terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Poema (A DECISÃO) de Irismarqueks é publicado na antologia do VI CLIPP - Concurso Literário de Presidente Prudente/SP




 TEXTOS SELECIONADOS CLIPP - 2012
VI CLIPP- Concurso Literário de Presidente Prudente.

319 participantes
1015 textos inscritos


O EDITAL DO CONCURSO NA ÍNTEGRA 
 http://concursos-literarios.blogspot.com.br/2012/03/31052012-vi-clipp-concurso-literario-de.html

CONHEÇA MAIS SOBRE A CIDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE/SP
 http://www.culturapp.com.br/acidade.asp


Apenas esses foram os premiados:

Adelmo dos Santos- “A intocável beleza das flores”
Adriana Maria Russo Moysés Harger- “Meu país”
Alceu Tiburcio dos Reis- “Em algum bar do passado”
Aline Cruz- “Versões de uma tragédia”
Amélia Marcionila Raposo da Luz- “Duelo”
Ana Carolina de Souza Alencar- “Moleque Destino”
Ana Claudia de Souza de Oliveira- “Vai, Carlos, vai ser Drummond na vida”
Ana Cristina Mendes Gomes- “Xô, Flangos!”
André Kaires-“ A insustentável estranheza do ser”
André Luiz Alves Caldas Amóra- “Sina”
André Telucazu Kondo- “O haicai”
Angelo Pessoa Martins- “Das verdades invertidas”
Antônio Baracat Habib Neto- “Sinfonia Khayamniana”
Aparecida Gianello dos Santos- “Particularidades”
Arai Terezinha Borges dos Santos- “Paralelas”
Aurélio Gimenez- “Crise”
Bianca Crepaldi Mendes- “Espinhos”
Bruno Fernandes Zenóbio de Lima- “Dominos Dei”
Caio Henrique Solla- “Ao pó”
Camila Ribeiro Mendes- “Bodas de prata”
Carlos Alberto Muzille- “Muralha”
Carlos Bruni Fernandes- “Cinzas da quarta-feira”
Caroline Nader Gervasoni- “12 anos”
Cássia Regina Geraldo- “Alinhavo e depois costuro”
Clarissa Damasceno Melo- “Diamantes”
Cláudio José Mendes Barbosa- “Meu mundo”
Cleusa Cardoso- “Amor multiplicado”
Coracy Teixeira Bessa- “Clara”
Danielle Martins Santos- “A Bela e a Fera”
Davi Menossi Gonzales-“O assalto ao trem pagador”
Debora Rodrigues Rocha- “Convite”
Deidemar Alves Brissi- “Dúvidas sobre Poliana”
Denivaldo Piaia- “Menino Medroso”
Diego Ramos Mileli- “Aleluia, á sábado!”
Dinis Reis Sutil Muacho- “José Maria”
Diogo Maluf de Souza Vaz de Faria- “Em teu nome clamar”
Dirce Meira França Caldeira- “Liberdade abstrata”
Edgar Borges- “Promessas”
Edgley Silva Gonçalves- “Asas”
Edileuza Bezerra de Lima Longo- “ Despedida”
Edson Teixeira Lopes- “Rotina”
Eduardo Aleixo Monteiro- “Soneto da necessidade”
Elaíse de Mello Barbosa- “O belo, o bom e o verdadeiro”
Elias Araujo- “Os olhos”
Eliza de Oliveira Cardoso-“Essa menina”
Eni Allgayer- “Tempestade”
Fernanda Mulin de Assis- “Semear palavras”
Fernanda Resende Ramos- “A vida é um labirinto”
Fernando Marcelo Olmo- “Casal perfeito”
Gabriel Troian Trevisan- “Mês que vem”
Geraldo Magela de Fátima Filho- “Contraponto”
Geraldo Trombin- “Internetic.à.beça”
Gisele Aparecida de Souza Santos- “Cotidiano Nacional”
Gisele Galindo- “Clausura”
Gustavo Fontes Rodrigues- “Intimidade”
Idalina Gonçalves de Queiroz Santos- “Uma canção”
Irismarqueks Alves Pereira- “A decisão”
Jacqueline Salgado- “Libidinagem”
Joana Neusa da Silva- “Fragmento”
João Elias Antunes de Oliveira- “Lâmpadas”
João Lisboa Cotta- “O dever e o desejo de Piatã”
Jorge Alberto Alves Menenzes- “Dia cinzento”
José Marques- “ Devaneios do coração”
José Massoco- “ O amor de mãe”
José Paulino Júnior- “Diversão para toda família”
José Ronaldo Siqueira Mendes- “Partida de truco”
Joyce Galdino Gomes- “Fuga”
Jussara Athayde Albertão- “Sopro de vida”
Jussara C. Godinho- “Alento”
Kleberson Marcondes Gonçalves- “Idas e vindas”
Leandro Andreo Rodrigues-“Artista de rua”
Leonardo de Oliveira Barros- “Cantiga”
Leonícia Aleixo Mussa- “Lágrimas”
Lucas Corrêa Mendes- “Cura”
Luciana Magalhães Athan da Silva- “Busca”
Luciano Esposto- “Viagem dos mundos”
Luiz Aparecido de Lima- “Na eternidade...”
Luiz Cláudio Alves de Oliveira- “ Ella Fitzgerald e um dia verde”
Mailson Furtado Viana- “Gota”
Marcelo Saldanha das Neves- “Metades”
Maria Aparecida Pereira de Souza-“Paradoxo”
Maria Apparecida S. Coquemala- “O caçula”
Maria Regina Prieto Sementino Bomfim da Silva- “Roupa Branca”
Marilene Aparecida Gianello Sobral- “A poetisa pobre”
Mathias Mendes de Souza- “Se fosse”
Maurício Fregonesi Falleiros- “Pode, Arnaldo!”
Michele de Morais Duarte Navarro- “Diálogo sobre o afeto”
Murillo Altafine- “Gente abençoada”
Natanael Otávio- “A odisséia de Henrique (O pequeno vendedor)”
Nédia Sales de Jesus- “Leila e o piano”
Nejme Maria Zakir Campeão- “O velho cão”
Newton de Souza Nazareth- “O valor do homem”
Nilton Chiaretti- “Abril”
Osvaldo Batista de Oliveira- “ A Dona Felicidade”
Patrik Oening Rodrigues- “Enfim o silêncio”
Paulo Franco- “O inefável do tempo”
Pedro Diniz de Araújo Franco- “Quem ama, não mata?”
Pedro Felippe Bernardi Menossi- “Pela metade”
Pétilin Assis de Souza- “Eu gosto”
Rafael Leopoldo Antonio dos Santos Ferreira- “Velhice”
Rafael Prado dos Santos- “Trocas”
Raphael Souza Cardoso- “O marujo e o vagalume”
Rebeca Martins Lala da Silva- “Micaela”
Reginaldo Costa de Albuquerque- “Cadeira de balanço”
Renato Vieira Ostrowski- “Stress de Caranguejo”
Robson da Silva Rodrigues- “Prólogo”
Robson Leandro Soda- “Habeas Corpus”
Rodrigo Domit- “O vulto na cadeira vaga”
Roosevelt Coutinho Lacerda- “Pomba errante”
Roque Aloisio Weschenfelder- “A loucura”
Rosana Banharoli- “Maria Madalena e o Rio de Janeiro em sua visão do paraíso”
Rubens Cavalcanti da Silva- “Madame Prata-Taxidermia”
Rubens Shirassu Júnior- “A enterrada viva”
Ruth Hellmann Claudino- “Lua enamorada”
Sandra M. de Jesus de Lima e Silva- “O outro lado da face”
Sarah Nadim de Lazari- “ Décadence Avec Élégance”
Sérgio Bernardo- “Martelo”
Sergio da Silva Santos- “A vastidão complexa de tua alma” e “O Muro”
Sérgio Edvaldo Alves- “Pincelada”
Sérgio Pereira de Souza- “Palimpsesto de paixão”
Sidclei Nagasawa- “12 de outubro”
Silvanilda Thethê da Silva- “Graças do que fui”
Sinézio de Souza- “O adeus”
Sonia Teresa Almeida dos Santos- “Pé de valsa”
Tatiana Alves Soares Caldas- “Noite Feliz”
Thiago Jefferson dos Santos Galdino- “In-versos da morte”
Vanessa Xavier da Silva- “Tempo”
Victor Soares Rodrigues Pereira- “Marcas”
Vinícius Flores Branco- “Voz do poeta”
Vinicius Pereira Marrafão- “Que eu apague”
Wellington Mariano da Silva-“Eterno eu”
Weslley Moreira de Almeida- “Inventório: estórias de inusitações”



Fonte: Café com Notícias e Poesia

Nenhum comentário:

Postar um comentário