quarta-feira, 14 de agosto de 2013

DESTINO OU ESCOLHA?



            A Bíblia é sem dúvida O Livro dos Livros, é inerrante e infalível, Sagrada e cheia de lições que levamos por toda a nossa vida. Partindo do ponto de vista bíblico, vemos que o primeiro homem e a primeira mulher estavam diante de uma situação: “Comer ou não o fruto proibido”. Este fruto poderia ser uma maçã, como pensam muitas pessoas, poderia ser uma pera, uma goiaba, enfim... não se sabe ao certo qual era o fruto, porém, sabe-se que ambos comeram do fruto...Entretanto, o poder de decisão estava sobre eles.
            Como nos conta a narrativa bíblica no livro do Gênesis, o diabo em forma de serpente apresentou os benefícios que aconteceriam se comecem o fruto, mas, Deus já havia os advertido das consequências da desobediência; o que caberia a ambos seria uma reflexão, o que não aconteceu. Escolha ou destino? Há um grande número de pessoas que acreditam em destino, mas por outro lado, se realmente existe destino, e quem determina o destino das pessoas é Deus, então, podemos afirmar que Deus é mau e injusto, visto que pelo seu poder ELE dá destinos bons pra uns e destinos terríveis pra outros, do tipo: João Carlos nasceu para ser rico, famoso, cheio de saúde etc. Enquanto que Pedro e Flávia sofrerão por toda a vida...
            Deus na sua infinita sabedoria e bondade deu a humanidade o poder de tomar decisões, ELE chama este poder de Livre-arbítrio. Deus nos deu a vida e nós tomamos as nossas decisões. Porém, em determinado momento Deus pode intervir e mudar os nossos planos para nos beneficiar. No entanto, nós escolhemos o que queremos comer, vestir, com quem conversar, aonde ir, nós é quem decidimos se seremos trabalhadores ou preguiçosos, enganadores ou honestos; nós é quem decidimos se usaremos drogas ou se viveremos longe delas, nós é quem decidimos de vamos gastar nosso suado dinheiro com besteira ou com coisas boas. Enfim, se uma pessoa tem o objetivo louco de tirar a própria vida, (suicídio) Deus não fica satisfeito, mas, permite.
            O seu destino não está traçado, você o faz a partir de suas escolhas... o que vai acontecer com você amanhã depende das escolhas que você faz hoje. Quando decidimos perdoar um mal que alguém nos causou, aí Deus nos ajuda. Mas, quando decidimos não perdoar, antes desejamos levar esta mágoa para o nosso túmulo, aí é uma decisão nossa e não um destino escrito por Deus. Refletir sobre decisões é prevenir problemas futuros...uma palavra, uma decisão pode mudar sua vida para sempre.
 
Texto: Gleyber Miranda     

Nenhum comentário:

Postar um comentário