quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Educação Do Brasil !





É possível? Mostre-me como!

É possível desenvolver em todos os aspectos uma nação sem uma educação de qualidade hoje? Então, mostrem-nos como!

É incoerente aceitar de olhos vendados o que está acontecendo com a educação em nosso país, pois todos os dias os jornais divulgam greves e mais greves, profissionais das mais diversas áreas recusam-se a trabalhar sem condições de exercer seu bom trabalho, os salários são baixos, acordos firmados são descumpridos etc. A educação brasileira nestes dias está passando por um colapso que há tempos não passava. A educação do Estado do Rio Grande do Norte está abandonada, é uma vergonha para a atual governadora, escolas estaduais sem professores, sem a menor condição de se dá uma aula proveitosa e de aprendizagem. Escolas Técnicas Federais estão em greve há meses. Aonde isso vai parar?

Mas, diante deste caos, os profissionais da Escola Municipal Presidente Tancredo de Almeida Neves em Parazinho, RN, estão de parabéns pelo excelente dever cumprido, o IDEB subiu 100%, e foi o melhor dentre tantos municípios no RN, um resultado ainda não tão satisfatório porque há muito que se fazer. Afinal, é necessário que todos os profissionais sejam mais cumpridores do seu papel, é importante a participação da família no processo de formação do cidadão, o apoio direto de gestores e administradores devem ser estreitados, dessa forma teremos mais êxitos em menos tempo.

Investir na educação é investir no futuro, uma educação de qualidade onde haja a participação de todos, sem discriminação, sem preconceitos, sem acepção e com compromisso, com amor pelo trabalho, pela criança e pelo adolescente que é formado neste processo é sem dúvida contribuir para um mundo melhor, mais sustentável e digno. Não queremos apenas uma educação mecanizada que informe, mas, desejamos e precisamos de uma educação que forme, e não apenas o cognitivo, mas principalmente o emocional onde este ser será capaz de resolver não apenas problemas de matemática, e sim os problemas que a vida lhe apresentar.

Texto: Gleyber Miranda

Nenhum comentário:

Postar um comentário