quarta-feira, 30 de outubro de 2013

RN tem mais de 130 projetos de energia para leilão em dezembro


Parque em Parazinho RN


Dentro da lógica de ampliação da fonte de produção energética, o Rio Grande do Norte se prepara para expandir sua atuação no setor. O estado potiguar cadastrou 135 projetos para participar do 2° Leilão de Energia que acontece no próximo mês de dezembro.

Segundo informações da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), o RN conta com 125 propostas acerca de fonte eólica e outras dez de fotovotaica.

De acordo com a EPE, o 2º Leilão de Energia A-5/2013, que será realizado no dia 13 de dezembro visando à contratação de eletricidade para abastecer o mercado consumidor do país em 2018, atingiu o maior número de empreendimentos cadastrados para um certame desde que oGoverno Federal passou a realizar leilões públicos para contratação de energia elétrica, em 2005.

Ainda conforme a EPE, foram inscritos junto à Empresa um total de 929 empreendimentos, perfazendo uma capacidade instalada também recorde de 35.067 megawatts (MW). Como nos últimos leilões, a fonte eólica registrou a maior oferta de projetos e de capacidade de geração: os 670 parques eólicos totalizam 16.420 MW. Destaca-se ainda a forte presença de empreendimentos de geração solar fotovoltaica, sendo a segunda fonte de geração com maior número de inscrições: 152 projetos.

Na avaliação do presidente da EPE, Mauricio Tolmasquim, os pouco mais de 35 mil MW inscritos na EPE, através dos 929 projetos, tornam este leilão o de maior interesse por parte dos investidores – não apenas no Brasil, mas em todo o mundo. “Essa grande oferta potencial nos traz tranquilidade, ao assegurar uma quantidade de projetos mais do que suficiente para atender à demanda de energia elétrica em 2018”, avalia Tolmasquim.


Com informações do site da EPE.


fonte: Defato

Nenhum comentário:

Postar um comentário