sexta-feira, 15 de maio de 2015

Parques eólicos são conectados ao Sistema Interligado Nacional no RN



Em São Miguel do Gostoso, a praia divide o cenário com os aerogeradores (Foto: Felipe Gibson/G1)
Com investimentos de R$ 295 milhões, a Extremoz Transmissora do Nordeste (ETN) energizou, no último dia 10, a subestação de Campina Grande III, 500/230kV - 1200MVA e a linha de transmissão de 500kV, interligando as subestações de Ceará Mirim II, no Rio Grande do Norte, à de Campina Grande III, na Paraíba. A Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) é sócia da ETN.

De acordo com a Chesf, esses empreendimentos possibilitam o escoamento pleno de mais de 1.500MW de geração eólica, provenientes dos parques localizados no Rio Grande do Norte, conectados às subestações de João Câmara II (Chesf) e João Câmara III (ETN) ao Sistema Interligado Nacional.

“São empreendimentos em alta tensão que garantem energia elétrica de fonte eólica neste momento em que vivemos um período de longa estiagem”, disse o diretor de Operação da Chesf, Mozart Arnaud.

A Chesf é, atualmente, uma das maiores investidoras em obras de transmissão de energia elétrica do país. Em 2014, a empresa investiu cerca de R$ 1 bilhão em obras corporativas e mais R$ 1 bilhão em empreendimentos de empresas das quais é sócia. Este ano, a expectativa é manter os investimentos de R$ 2 bilhões, principalmente em obras no Nordeste.


Do G1 RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário